Reabilitar oralmente e promover saúde

Essa a motivação do cirurgião-dentista Gustavo Palma Nogueira

A Reabilitação Oral implica na utilização de um conjunto ade técnicas e tratamentos com objetivo de restabelecer a função e a estética, de forma de manter os dentes saudáveis ou repor elementos ausentes e assim assegurar mais qualidade de vida para o paciente. Em muitos casos, várias especialidades da odontologia unem forças para oferecer o melhor resultado possível ao paciente. Essa foi a escolha do cirurgião-dentista Gustavo Palma Nogueira.

Graduado em Odontologia na UNIP Ribeirão Preto, Gustavo Nogueira, 44 anos, é especialista em Dentística, em Endodontia e atualmente está se especializando em Implantodontia.  É coordenador e professor do Curso de Reabilitação Oral, atua em consultório particular na sua cidade natal Casa Branca.

“Essa magia da profissão de cirurgião-dentista ao curar, promover saúde e ajudar, me encantou desde o primeiro contato com a Odontologia, o que explica meu interesse pela Reabilitação Oral”, frisa Dr. Gustavo Nogueira.


Revista APCD-RP: A demanda por reabilitação oral tem aumentado?  
Gustavo Oliveira:  Sim! Ela está aumentando devido à evolução dos materiais e técnicas reabilitadoras. Pessoas reabilitadas há anos com uma prótese total ou prótese parcial removível atualmente procuram os consultórios buscando uma opção mais moderna, como a prótese fixa, o implante e a prótese sobre implante, querem mais conforto e segurança. Além do mais, a perda de dentes permanentes ou parte deles, pelos mais variados motivos, ainda é uma realidade a ser tratada em nossos consultórios.

Revista APCD-RP: O que o levou a se especializar em Dentística, Endodontia e agora em Implantodontia? 
Gustavo Oliveira:  O que me levou a procurar essas especialidades foi principalmente a demanda. Poder proporcionar tratamentos seguros, modernos e eficientes é uma responsabilidade e a forma de se tornar o melhor possível é só estudando. Muitos cirurgiões-dentistas com os quais converso acham, no mínimo, curioso essa abrangência de atuação, por serem especialidades com caracteristicas bem diferenciadas para um mesmo profissional. Mas, o fato é que elas interagem entre si das mais variadas formas, uma vez que um planejamento reabilitador eficiente envolve não só essas como outras também. 

Revista APCD-RP: Essa diversificação de especialidades é uma forma de fazer frente aos desafios do mercado?
Gustavo Oliveira:  Não só aos desafios do mercado atualmente. O perfil do paciente do cirurgião-dentista ainda é de procurar aquele profissional no qual ele confia: o dentista da família. O paciente da odontologia tem certa resistência quando o seu dentista precisa indicar outro profissional para complementar o tratamento. Oferecer a chance ao meu paciente de continuar o tratamento comigo foi minha maior motivação para me especializar em várias áreas.

Revista -RP: Atualmente quais os procedimentos mais procurados? 
Gustavo Oliveira:  Implantes, próteses, restaurações e endodontia. Gostaria que a pandemia tivesse mudado o interesse do paciente na prevenção, mas isso não ocorreu. Continuam procurando para curar e não para prevenir, mesmo depois de tudo que passamos e ainda estamos vivenciando. O pouco de certeza que temos sobre o COVID 19 é de se agrava em pessoas com a resistência debilitada e as pessoas não entendem que a qualidade da saúde da sua cavidade oral pode interferir e se refletir na maior ou menor da resistência orgânica. 

Revista APCD-RP: A Endodontia busca a preservação dos dentes e a Implantodontia com Implante a função do dente.  Essas são especialidades essenciais para reabilitar o paciente?  
Gustavo Oliveira:  São essenciais porque ambas proporcionam, cada uma com a sua particularidade, a manutenção da função, da oclusão e da qualidade de vida.

Revista APCD-RP: O acesso aos tratamentos tem sido democratizado?  
Gustavo Oliveira:  Os custos operatórios aumentaram consideravelmente nos últimos anos, por causa da pandemia e consequentemente o seu repasse às pessoas que o procuram os tratamentos. Por isso a importância da conscientização para a consulta preventiva semestral, para reduzir a necessidade e o custo do tratamento. O poder econômico sempre vai limitar o acesso a tratamentos mais elaborados em profissionais atualizados, mas existem alternativas com tratamentos e materiais mais simples que também podem promover saúde e bem estar. Além disso, o cirurgião-dentista pode e deve facilitar a forma de pagamento aos pacientes, isso é importante para tornar todos os tratamentos mais acessíveis a todos os pacientes.

 
Revista APCD-RP: Com sua experiência clínica, o que considera necessário para um profissional especializado em Reabilitação fazer a diferença?
Gustavo Oliveira:  Para fazer a diferença ao reabilitar o paciente é preciso  Planejar! Esse é o nosso objetivo principal no curso de reabilitação oral, fazer o cirurgião-dentista elaborar o plano de tratamento pensando no exame radiográfico, clínico e espaço protético. Individualizando nas mais variadas características da oclusão de cada paciente, podendo mudar a indicação de um determinado tratamento reabilitador. 

Revista APCD-RP: O que o Cirurgião-Dentista pode esperar do Curso de Reabilitação Oral? 
Gustavo Oliveira:  O Curso de Reabilitação Oral é um curso abrangente na sua parte teórica voltado para a aplicabilidade clínica baseado principalmente no planejamento. A equipe é formada por professores que vivenciam a realidade do dia a dia do cirurgião-dentista e isso promove uma convergência de objetivos professores-alunos. O programa envolve parte clínica alternada com a teórica desde o princípio gerando uma maior possibilidade de absorção desses conteúdos tão complexos que envolvem a reabilitação oral.

Revista APCD-RP: Diria que ser associado APCD faz a diferença? 
Gustavo Oliveira: Na minha fez. Costumo dizer que a APCD é minha casa, pois logo que formei em 2001, vim para essa associação em Ribeirão Preto. Aqui encontrei referência, caminho, carinho, amizade e principalmente conhecimento e segurança. Toda a minha vida profissional foi orientada pelos amigos professores que fiz por aqui. Espero que o curso que coordeno possa influenciar os profissionais que o procurarem da mesma forma que um dia eu fui. 

 

FONTE: Revista APCD Ribeirão
Edição de junho 2022.


Publicado em 23/06/2022.

EAP Cursos: APERFEIÇOAMENTO EM PRÓTESE SOBRE IMPLANTES
EAP Cursos: APERFEIÇOAMENTO EM DENTÍSTICA ESTÉTICA E REABILITADORA

(16) 3630-0711

Avenida do Café, 1080 - Ribeirão Preto (SP)
Ops... Preencha corretamente o formulário.
Obrigado! Seu formulário de inscrição foi encaminhado com sucesso.