EAP Cursos: ESPECIALIZAÇÃO EM ENDODONTIA - CREDENCIADO PELO CFO
EAP Cursos: APERFEIÇOAMENTO EM PRÓTESE SOBRE IMPLANTES
APCD Ribeirão Preto

A proposta é dar continuidade nos projetos priorizados pela diretoria

A proposta é dar continuidade nos projetos priorizados pela diretoria

A abertura crescente de faculdades, o volume de profissionais colocados no mercado, contrapondo a realidade nacional. Esse o grande desafio enfrentado pelo cirurgião dentista atualmente, segundo Artur Rocha Martini - presidente da APCD-RP.  
"Acredito que vai haver uma sensível melhora, pois o mercado vai se assentar por si só, ou seja, os melhores serão os melhores e os piores ou melhoram ou estão fora" afirma Rocha Martine, que assumiu interinamente a presidência da entidade, devido ao afastamento de Pedro José Bistane, licenciado para concorrer a uma cadeira no Legislativo Municipal. Artur Rocha Martini atende em consultório particular, onde atua em Endodontia e Cirurgia, é mestre em Odontologia - Concentração em Endodontia. Ocupou diversos cargos na APCD, inclusive na diretoria executiva.
Sobre esse momento político, Artur Martini reitera o apoio ao colega Pedro Bistane e a aqueles que sempre estiveram ao "lado" da classe e associação.

 

ENTREVISTA NA ÍNTEGRA
Jornal APCD-RP:
Como assume interinamente a APCD-RP, não delineou um projeto de administração. Diante disso, qual deverá ser a postura como presidente da APCD-Ribeirão Preto, para marcar sua presença e deixar seu legado para a entidade? 
Dr. Artur Martini: Exatamente como comentado no dia da Posse, iremos fazer uma transição até que o Dr. Pedro Bistane possa definir seu caminho na Política Ribeirãopretana, e então aí poderemos ver qual será o Norte que esta administração dará para os Projetos em andamento e os novos.

Jornal APCD-RP: Como avalia o desempenho da APCD Ribeirão Preto como entidade de classe, tanto para os associados quanto para a comunidade, no seu trabalho social?
Dr. Artur Martini: A APCD cresceu muito, para a população da cidade e também da região, porém não é só isto que pode crescer para os associados, num compasso de espera estaremos continuando o trabalho que vem sendo realizado e então poderemos fazer maiores projetos associativos tão logo a situação política se resolva.

Jornal APCD-RP: Atualmente, em sua opinião, quais os principais desafios enfrentados pela classe? Como a APCD-RP pode auxiliar o CD a enfrentar as dificuldades impostas pelo mercado?
Dr. Artur Martini: Enquanto Cirurgião Dentista vejo que a crescente abertura de faculdades é o que pior pode ocorrer na vida de um colega, haja visto que o volume de profissionais que são colocados no mercado de trabalho não é o que condiz com a realidade de nossa cidade, estado e país, portanto, para mim o que está pegando hoje é isso, a classe toda está sofrendo com isso, mas também acredito que vai haver uma sensível melhora, pois o mercado vai se assentar por si só, ou seja, os melhores serão os melhores e os piores ou melhoram ou estão fora. Ao encargo da APCD já tem muitas coisas que não deveriam ser de sua competência, mas, no entanto são, assim como das outras entidades da Cidade. O que é que a APCD tem a ver com o Lixo? No entanto tem que fazer mobilização coisa que não é dela. E isso pra mim tá errado. Cada um na sua.
O associado deveria ter era mais cursos de nível, mais congressos, mais jantares, mais festas, Happy Hours, enfim, coisas de associação de Classe e não de representativo de Classe

Jornal APCD-RP: Alguma ação para fomentar ainda mais as atividades científicas na APCD-RP?
Dr. Artur Martini: Essa idéia de fazermos cursos gratuitos para sócios sempre existiu, não é do Dr. Artur, o que a gente não pode fazer agora é achar que em três meses pode mudar o mundo. O Meu Eterno Presidente da APCD-RP é o Dr. Pedro Bistane e eu estou ao seu comando nesta transição, portanto só deverei fazer contatos com Professores para cursos novos após sua volta.

Jornal APCD-RP: A APCD-RP e o CROSP sempre tiveram uma relação estreita em Ribeirão Preto, com o Sr. a frente das duas entidades, ficará ainda mais fortalecida?
Dr. Artur Martini: A APCD é uma entidade, o CROSP é outra, não é porque acumulei hoje estes dois cargos que vamos unir as entidades, as duas entidades são e estão fortes, muito tenho é que me orgulhar desse acumulo, porque veja só, sou o Delegado mais novo que o CROSP já teve aqui em Ribeirão, e que ficou mais tempo também, e pra variar também sou o Presidente da APCD mais novo que ela já teve. Será que é mera coincidência??? Creio que não as coisas vão bem e então deixemos que continuem bem.

Jornal APCD-RP: Ano eleitoral, as entidades de classe buscam legitimar representantes na política. A APCD-RP, na esfera municipal, deverá fechar seu apoio a Pedro Bistane? Por que?
Dr. Artur Martini: Seria ótimo a Classe ter um único nome pra apoiar, mas, toda unanimidade é " Burra"; tenho fé na vitória do Dr. Pedro Bistane, afinal de contas, pra Ribeirão Preto isto seria ótimo, veja só, até o nosso representante na Câmara o Dr. Bertinho disse que seria muito salutar estar ao lado do Dr. Pedro, pois assim teria mais força para exigir dos poderes legislativo e Executivo a aprovação de projetos que iriam nos favorecer, então, quem sou eu pra não querer que o Bistane se eleja. Quero e muito. Seria pra APCD um orgulho sem precedentes, um dirigente da APCD sendo eleito, tudo seria melhor pra gente de uma forma global.

Jornal APCD-RP: E na esfera municipal, quem a APCD apóia?
Dr. Artur Martini: Nesta eleição aqui em nossa cidade parece que fica claro quem é que vamos apoiar, iremos apoiar quem nos apoiou todo tempo. Sabe que a gente em nossa EAP atende graciosamente um montão de gente e nem por isso recebemos a visita de ninguém da prefeitura, ou melhor, parece que a gente tem obrigação de fazer isso que fazemos de graça. Eu entendo que o poder público acha que é fácil atender 40 pacientes com necessidades endodônticas no dia e fica elas por elas.
É Fácil a gente se enganar e não ter recebido nem a visita do Sr. Diretor da saúde do Município, ou Sr. Secretário da Saúde, ou sequer o Sr. Prefeito em nossa casa. Parece que a gente não ajuda com o nosso trabalho, e, no entanto quando precisamos de algo do poder constituído, recebemos sempre um "vamos formar uma comissão." Bom ao meu ver está bem claro que nós temos um lado e de que lado nós estamos.

(16) 3630-0711

Avenida do Café, 1080 - Ribeirão Preto (SP)
Ops... Preencha corretamente o formulário.
Obrigado! Seu formulário de inscrição foi encaminhado com sucesso.