EAP Cursos: ESPECIALIZAÇÃO EM ENDODONTIA - CREDENCIADO PELO CFO
APCD Ribeirão Preto
EAP Cursos: APERFEIÇOAMENTO EM PRÓTESE SOBRE IMPLANTES

A Cirurgiã Dentista Renata Campi assume a presidência do Comitê Brasileiro de Dor Oro Facial

A Cirurgiã Dentista Renata Campi assume a presidência do Comitê Brasileiro de Dor Oro Facial

Foi empossada como presidente do Comitê Brasileiro de Dor Orofacial (CDOF), a Cirurgiã Dentista ribeirãopretana, Renata Campi de Andrade Pizzo. O Comitê foi criado pela Sociedade Brasileira de Cefaléia (SBCe), durante a realização do Congresso Brasileiro de Cefaléia, evento realizado anualmente. As diretrizes traçadas para as atividades do Comitê de Dor Orofacial da SBCe (CDOF) são: Auxiliar, quando solicitado pela Diretoria Executiva (DE) da SBCe, no planejamento e execução de projetos que se relacionem com o tema DOR OROFACIAL (simpósios, congressos, encontros, pesquisas, ensino, divulgação junto a leigos e profissionais, cursos convencionais ou pela internet, entre outros).
“Nossa proposta é ampliar a ação do Comitê, agregando novos participantes e apoios em vários estados do nosso país, inclusive nas cidades do interior de cada estado, promovendo a aproximação e a interação do conhecimento dos especialistas envolvidos no tratamento da Disfunção Temporomandibular e Dor Oro-Facial .”, comenta a presidente, acrescentando que em Ribeirão Preto e região essa ação começará com o Simpósio de Cefaléia, nos dias 13 e 14 de novembro, na Faculdade de Medicina da USP.
Dados Históricos - A presença dos cirurgiões dentistas interessados nas Cefaléias e demais Dores Orofaciais e participantes dos Congressos da Sociedade Brasileira de Cefaléia já vem ocorrendo de forma regular há mais de 10 anos.
Durante o XIX Congresso Brasileiro de Cefaléia realizado na cidade de Fortaleza, CE, em 2005, o então presidente da Sociedade Brasileira de Cefaléia, Dr. Jano Alves de Souza, solicitou a organização do Comitê de Dor Orofacial com o objetivo de aumentar a participação e integração entre as diferentes especialidades da área de Saúde interessadas no campo das Dores Orofaciais e Cefaléias.
Naquela época e pelos três anos seguintes o Comitê foi composto pelos CDs José Luiz Peixoto Filho (RJ), Eduardo Januzzi (BH) e Marcio R. Bittencourt (ES) e focou suas atividades na realização dos 4 primeiros congressos do Comitê de Dor Orofacial em paralelo aos Congressos Brasileiros de Cefaléia (nas cidades de Belo Horizonte, Florianópolis e Natal) o que ajudou a sedimentar a relação de amizade entre os diferentes grupos de profissionais da área de Saúde interessados no tema das Dores Orofaciais.
Renata Campi de Andrade Pizzo Bolsista de Fixação de Recursos Humanos do CNPq - Nível 3B possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal de Alfenas (1992) , mestrado em Odontologia Restauradora pela Universidade de São Paulo (2003) e doutorado em Medicina (Neurologia) pela Universidade de São Paulo (2009) . Atualmente é Professor Assistente do Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas da Região de Ribeirão Preto, Pesquisador da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto-Universidade de São Paulo e Professora do Curso Especialização em DTM e Dor Orofacial da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Odontologia , com ênfase em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial., atuando principalmente nos seguintes temas: Disfunção temporomandibular, Cefaléia e Dor Orofacial.
No XXII Congresso Brasileiro de Cefaléia em 2008 na cidade de Natal, RN, houve a renovação da diretoria da SBCe sendo eleito presidente o Dr. Carlos Bordini, que solicitou modificações na composição do Comitê de Dor Orofacial. No 4 º Congresso de Dor Orofacial e 23º Congresso da SBCe realizado em Vitória, Dra. Renata Campi foi empossada na Presidência do Comitê de Dor Oro Facial pelo Dr. Carlos Bordini.
Embora o envolvimento de Cirurgiões-Dentistas com o estudo, diagnóstico e tratamento de diversas condições dolorosas que podem acometer a região orofacial já ocorra há um longo tempo, foi apenas em 2002 que o Conselho Federal de Odontologia normatizou as atribuições da especialidade de “Disfunção Têmporo-Mandibular e Dor Orofacial” com a promulgação da Resolução 25/2002, que estabeleceu as áreas de competência para a atuação profissional de especialistas nessa nova especialidade odontológica.

(16) 3630-0711

Avenida do Café, 1080 - Ribeirão Preto (SP)
Ops... Preencha corretamente o formulário.
Obrigado! Seu formulário de inscrição foi encaminhado com sucesso.